Retomada e fortalecimento da Campanha Energia para a Vida será prioridade para a Frente por uma Nova Política Energética

Plenária Nacional da Frente em 2020.

A Plenária Nacional da Frente por uma Nova Política Energética para o Brasil, realizada nos dias 10 e 11 de dezembro de 2020 em ambiente virtual pela plataforma Zoom em virtude da pandemia de Covi-19, reuniu suas organizações membros e alguns parceiros para refletir o cenário do setor energético brasileiro neste ano de 2020.

A plenária contou com 30 participantes em cada um dos dois dias e afirmou a necessidade de aumentar a incidência política das ações da Frente, além de manter o acompanhamento da revisão das regras da mini e micro geração distribuída, a fim de incentivar o uso de geração de energia elétrica a partir de fontes com menor impacto socioambiental como a solar, eólica e biogás descentralizadas.

A Plenária discutiu e aprovou a reformulação do Plano de Ação da Frente que foi denominado “Pandemia, Energia e Sociedade”, que inclui a reformulação do site e fortalecimento das redes sociais da campanha Energia para a Vida, a realização de uma série de webinários técnicos e políticos com temas relacionados ao setor de energia no país, com destaque para o apagão ocorrido no Amapá, a campanha Nossa Casa Solar, a multiplicação de Cidades Solares, através da adoção de políticas municipais de incentivo à energia solar descentralizada, e o debate sobre o preço da energia elétrica pago no Brasil, terceiro custo final mais caro do mundo.

A Plenária também foi marcada pela aprovação da adesão de mais uma organização membro à Frente, o Instituto i9Solar, que trabalha com projetos tecnológicos de energia solar junto a comunidades carentes, desenvolvendo a inovadora experiência da Fábrica Solar Social.